sábado, 12 de setembro de 2015

Casamento é:

Casamento é quando dois
se tornam um. E convívio e amizade.
É estarem juntos, agirem juntos fazerem atividade juntos e gostarem disso.

Casamento é compreensão, e ter consideração total em relação ao tempo, aos sentimentos e as preferências da outra pessoa.

Casamento é cuidar do outro e Se preocupar com ele. É se desdobrar para ter certeza qua a outra pessoa está bem.

Casamento é gentileza é dizer palavras ternas e as traduzir em ações.

Casamento é apoiar, é estar junto da pessoa amada em seus empreendimentos e projetos, nos momentos bons e ruins. É dar todo apoio geral tanto moral quanto físico e através de oração. É animar a pessoa a perseverar e incetiva-la quando ela se sente pra baixo.

Casamento é curvar para levantar o cônjuge e ser forte quando o outro é fraco.

Casamento é proteger seu cônjuge de dano físico e emocional.

Casamento é provisão, é fazer a sua parte para ter certeza que o outro tem o precisa . É fazer o que lhe cabe e trabalhar duro todos os dias.

É dar um passo a mais, mesmo que não se sinta a vontade para atender a necessidade do outro.

Casamento é sacrifício é dar tudo de se a pessoa que vc ama. É estar pronto para abrir mão de suas idéias e intenções para fazer o outro feliz.

É doar, se submeter, ceder é preferir a felicidade do outro a sua própria.

No casamento vc da e recebe, existe revezamento e o relacionamento depende dos dois.

É preciso se submeter, dar a outra pessoa a chance, viver, amar e aprender um com o outro..

Ser casado e um exercício de humildade.

Casamento é estar presente nas dificuldades e nos bons momentos de braços abertos e mãos estendidas para aceitar, ama, abraçar acalentar...


VALORIZANDO AS DIFERENÇAS
Suportem-se uns ao outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Colossenses 3.13
Muitas pessoas casadas ficam apavoradas com a diferença entre si, e fazem o possível para igualá-las, chegando até a ter fisionomias parecidas e a raciocinar de forma semelhante. No entanto, muitas vezes, o colorido de relacionamento pode ser dado exatamente pelas diferenças entre os cônjuges. Com esse enfoque em mente, as diferenças detectadas e entendidas podem ser tornar fascinantes e ser utilizadas para o bem do casal.
De todas as diferenças entre um casal (temperamento, personalidade, cultura, etc.), a área da comunicação é a mais importante, pois é conseqüência das outras.
Em média, uma mulher tem para falar aproximadamente 25 mil palavras por dia, enquanto que a média dos homens raramente supera a 10 mil palavras! Sendo assim, vemos que a maioria dos homens utiliza suas 10 mil palavras no trabalho durante o dia e, quando chega em casa, sua esposa ainda está no início das suas.
Também se conclui, que, de forma geral, os homens conversam sobre assuntos mais racionais, fatos, acontecimentos, negócios, etc. e as mulheres, sobre assunto mais emocionais, compartilhando seus sentimentos, tristeza e alegrias. Se não houver a compreensão desse fato, a comunicação pode ser seriamente afetada. Cabe acrescentar aqui que, uma área que os homens precisam de ajuda, é quanto a compartilhar emoções, sentimentos, sonhos e frustrações com suas esposas.
O estudo e a observação de seu cônjuge são tarefas que perduram por toda vida. Como indivíduos, somos seres dinâmicos. Se aplicarmos os princípios de “um ao outro” em nossos casamentos, será possível desenvolvermos cada dia os princípios chaves de relacionamento: “amai uns aos outros”; “honrais uns aos outros”; “perdoai uns aos outros”; “considerai uns aos outros superiores a si mesmo”; etc.
Que Deus nos ajude em nosso mútuo caminhar!
Você tem conversado com seu cônjuge e ouvido o que ele tem para falar? Você respeita as características individuais do seu cônjuge?

PENSE NISSO
Material Grátis
Disponibilizamos este material para servir de apoio  para os grupos de casais das igrejas.
Apostilas vários temas:  Quero mudar meu cônjuge Comunicação  no Casamento,  Decisões importante para o seu casamento 
Todas  em Slide
Peça pelo site:  
http://ministeriodecasaisamovc.com/
Pr. Zaqueu Marlene & Pra. Marlene Medeiros


Alguns relacionamentos estão chegando ao fim sob a alegação de incompatibilidade de gênio (temperamento), é a desculpa mais comum que ouvimos nos dias de hoje. Todo ano no Brasil, de um em cada seis casamentos termina em divórcio. De acordo com o IBGE, cerca de 75% dos rompimentos ocorrem após o quarto ano do casamento (Fonte: Carta Viva – março/2002 – IURD).
Os brasileiros estão desfazendo “legalmente” os casamentos em números crescentes. De 1993 a 2003, as separações saltaram de 87.885 para 103. 529; e os divórcios de 94.896 para 138.676. Do mesmo modo a idade média em que ocorrem os divórcios subiu (Fonte: jornal O GLOBO de 22 de Dezembro de 2004). 
O que ocorreu com estes casais é que por eles não servirem a Deus do mesmo modo não tiveram a ajuda do Espírito Santo para regar em seus corações a semente do amor, para que a cada dia, mês e ano ela fosse crescendo até se transformar em árvore frondosa. 
E o trágico final de seus relacionamentos revela que eles nunca se amaram, pois o amor jamais acaba, tudo sofre, crê, espera e suporta, as muitas águas não podem afogá-lo. 
O amor conduz a cada um dos cônjuges a buscar em Deus o controle emocional e psicológico em prol de não agradar a si próprio, mas para agradar ao seu cônjuge. Se cada uma das partes se investirem deste sentimento, com certeza o relacionamento fluirá compativelmente.
Nenhum temperamento é melhor do que o outro como muitos pensam, pois ambos os temperamentos possuem o lado positivo e negativo, virtudes e defeitos e é comum encontrarmos pessoas que se acham satisfeitas com o lado negativo e defeitos de seus temperamentos, dizem: Eu sou assim e não vou mudar. 
Você pode não conseguir compreender, mas às vezes é prejudicial ser introvertido ou superintrovertido, extrovertido ou superextrovertido, se não identificarmos os nossos defeitos. Cada possuidor de um destes quatro temperamentos acha virtuosa a sua maneira de ser e agir, dirigidos pelos defeitos de seus temperamentos.
Com relação ao relacionamento conjugal, o lado negativo do temperamento pode atrapalhar em primeiro lugar quando a toda hora é apontado por ambos ou um dos cônjuges com relação ao outro. 
Acusando o seu cônjuge, mostrando-lhe o seu defeito, nunca será um remédio eficaz para se controlar, curar, ou até mesmo extinguir a falha, mas sim sendo compreensivo (a), ajudando, conduzindo e orientando-o a buscar ajuda do Espírito Santo para controlar este lado negativo do temperamento. E em segundo lugar quando o seu temperamento causa atritos com o seu cônjuge e você não faz nada para mudar.
Não existe pessoa que só tenha defeitos, nem tão somente virtudes, todos têm os erros e acertos, mas a tendência humana é a de sempre olhar para as coisas negativas. 
Conta-se uma história de um cão que fora atropelado e esmagado em via pública por um veículo de carga, e todos que passavam e atravessavam a pé aquele trecho, olhavam aquela cena e num ato de reprovação balançavam a cabeça, mas no meio daquela multidão que ia e vinha, um senhor de avançada idade contemplava admirado e sorridente aquele monte de carniça, causando perplexidade em todos. Alguém da multidão se projeta a ele e pergunta: Como pode o senhor demonstrar tanta admiração por um monte de carniça? Pelo que o mesmo respondeu: Não, eu não estou admirando a carniça, mas os dentes deste cão. Olha que lindos dentes ele tinha!!! 
Quem dera se todos nós pudéssemos fazer como este senhor e contemplarmos as virtudes de nossos cônjuges e eles as nossas e mutuamente ignorássemos os defeitos, como já disse: Ninguém é demasiadamente perfeito que nunca erre, portanto, deixa de ser omisso(a) ao teu relacionamento, administre-o, busque a Deus com o teu cônjuge, para que vocês possam chegar a unidade sentimental, pois é através da oração que as diferenças são tiradas e não por meio de brigas, insultos ou separações.
É interessante quando Deus nos permite adquirirmos experiências com os defeitos de nosso próprio temperamento (é comum cada pessoa conter mais de um temperamento ao mesmo tempo), então é o momento de enxergarmos como somos tão prejudiciais às outras pessoas que nos cercam e que nós amamos (embora o nosso temperamento nos leve a agir de maneira contrária a este amor).
Somos tão egoístas a ponto de não assumirmos o lado negativo do nosso temperamento, e quando você tem um defeito por virtude, dificilmente o entrega ao Espírito Santo, para que Ele possa te controlar e avivar em ti os frutos do Espírito que subjugam os frutos da carne. 
Infelizmente existem pessoas que nunca terão os seus temperamentos controlados pelo Espírito, pelo fato delas mesmas terem os seus defeitos por virtudes e não desejarem se desfazer deles, mas tu, hoje em nome de Jesus, vai passar a reconhecer as tuas falhas, como você tem sido tão mesquinho e egoísta, e odiar este lado tão nocivo ao teu relacionamento.
Este é o sentimento que tenho hoje dentro de mim, o de me deixar ser transformado pelo poder do Espírito Santo, nos defeitos do meu temperamento que já afastaram e me fizeram perder muitas coisas e pessoas que eu amava. Que esta transformação seja realizada a cada dia em nós, em nome de Jesus e para glória de Deus Pai.
Com base no livro Temperamentos transformados de TIM LAHAYE, editora Mundo Cristão, destacamos quatro tipos de temperamentos:

1- MELANCÓLICO - Voltado para dentro, temperamento introvertido. Ex: Moisés – Ex 6.12.
1.1-Virtudes: Dedicado, habilidoso, sensível, idealista, minucioso.
1.2- Defeitos: Egoísta, confuso, pessimista, anti-social, critico, vingativo, inflexível, amuado, teórico.
2- FLEUMÁTICO – Voltado demasiadamente para dentro, temperamento superintrovertido. Ex: Ana – I Sm 1.7,13, 15,16.
2.1-Virtudes: Calmo, tranqüilo, cumpridor, eficiente, conservador, prático, líder, diplomata, bem-humorado.
2.2- Defeitos: Calculista, indeciso, desconfiado, contemplativo, desmotivado, temeroso, pretensioso.
3- COLÉRICO - Voltado para fora, temperamento extrovertido. Ex: Paulo - Gl. 2.11,14 – At 23.2-5.
3.1- Virtudes: Eficiente, decidido, otimista, líder, prático, independente, audacioso, resoluto, enérgico. 
3.2- Defeitos: Iracundo, intolerante, astucioso, auto suficiente, vaidoso, impaciente, sarcástico, prepotente, insensível.
4- SANGÜÍNEO - voltado demasiadamente para fora. Temperamento superextrovertido. Ex: Pedro - Jo 18.10,11; Sansão – Jz 14.1-3 e 16.1.
4.1- Virtudes: Crédulo, simpático, destacado, comunicativo, afável, compreensivo, companheiro, entusiasta.
4.2- Defeitos: Inseguro, impulsivo, barulhento, exagerado, volúvel, egocêntrico, indisciplinado.
Se auto-analise e identifique em que tipo de temperamento você se encaixa e os defeitos dele que tem atrapalhado o bom relacionamento com o teu cônjuge (a palavra de Deus diz: Examine-se o homem a si mesmo) e procure consertar-se com a ajuda do Espírito Santo.
Muitos estão esperando conhecer um (a) companheiro (a) que venha se encaixar no perfil de seus sonhos em todos os sentidos e muita das vezes não é assim, no período de namoro, um dos envolvidos percebe que há muita diferença entre os dois, esta diferença não pode ser considerada o bastante para se desfazer o namoro, pelo contrário, eu considero uma grande oportunidade para se provar o amor de um para com o outro, pois este é o momento de se negar (não é se anular), se dedicar, se esforçar mutuamente para se chegar ao nível que ambos se sintam agradáveis um ao outro. 
Relacionamento conjugal exige um sentimento de renúncia e só renuncia quem ama. Por amor Jesus renunciou a sua glória, fazendo-se em forma de homem, morrendo numa cruz - Fl.2:5-8. 
Importante ressaltar que Jesus renunciou, mas não deixou de fazer a vontade de Deus, cuidado para você não renunciar o teu ministério por causa de um relacionamento, Deus jamais te dará algo que te fará sair do objetivo Dele na tua vida, mas sim para te ajudar a permanecer, portanto administre o teu tempo para cuidar do teu ministério e do teu relacionamento, para que Deus não retire de ti a tua benção.
Dificilmente encontramos um casal que se encaixe em tudo, mas eles podem conseguir este intento, renunciando as coisas de menos importância e ligadas a este mundo e “prosseguindo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” - Fp. 3:14.
Se teu relacionamento no período de namoro (conhecimento) estiver cheio de oscilações e não tiver pecado sexual e você não consegue colocá-lo no ponto e nem há renuncia de ambas as partes, saia dele, pois muitas das vezes a dificuldade vem por este relacionamento não ser a vontade de Deus para tua vida, ore e peça direção a Deus e então tome, guiado por Ele a DECISÃO CERTA .
Fonte:http://mulheresabias.blogspot.com.br/2010/07/relacionamento-conjugal-se-edifica-
Como Deus Cura Feridas!!
Salmo 42:1 a 3: “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus? As minhas lágrimas têm sido o meu alimento dia e noite, enquanto me dizem continuamente: O teu Deus, onde está?”
Todos nós temos, em nosso corpo, marcas Raiz de amargura que contamina, às vezes, passa de geração para geração. Há famílias inteiras contaminadas com raiz de amargura, com perturbação. O Pai contaminou o filho. O filho contaminou o neto. O neto contaminou o bisneto; e são famílias amarguradas. São famílias que não conseguem ser felizes.
Quem já passou dissabores e decepções com pessoas próximas, sabe o que significa 
Trair é uma maldade. Também. Se o cônjuge traído sempre foi fiel e fica sabendo da situação, instala-se uma dor de difícil cura. Abre-se uma ferida cheia de “pus” de ódio, tristeza, estranheza, sensação de estar casado agora com um inimigo, “sangra” muito. O que era íntimo, fica afastado; o que era confiável, fica desconfiado; o que era amigo, parece inimigo; o que era conhecido, fica estranho.
Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação da sua face”. Salmos 42:5
“Porque assim diz o alto, o sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e no Santo Lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos”.Is. 57:15.
EXISTE CURA PARA ALMA DOENTE!
“É Ele que perdoa todos os seus pecados e cura todas as suas doenças.” Sl 103.3
“Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas.” Sl 147.3

I. Existem dois grupos de doentes da alma:
1. Os que admitem; 
2. Os que ignoram;
Deus Ele tem o remédio certo para nos curar.
Três coisas devem-se fazer:
• Entender a dor.
• Expressar através do desabafo. (Jeremias 17:14) “cura-me”.
• Resolver através da forma correta. Requer-se espera ou ação, deve-se pedir a direção, a intervenção de Deus e com os olhos da fé, crer na vitória.
CORDÃO DE TRÊS DOBRAS - ECLESIASTES 4:12
“Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade. ” (Eclesiastes 4.12)
Quem anda sozinho pode ir mais rápido
Mas nem sempre vai mais longe
Pois temos aprendido que é melhor
Serem dois do que um
É bem melhor serem dois do que um
Porque o cordão de três dobras não se pode
romper....
Salomão afirma que se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão. Isto mostra que um cordão dobrado oferece maior resistência. Porém, ao acrescentar-se uma terceira dobra, ele fica ainda mais resistente e forte! A presença de Deus é a terceira dobra e deve ser cultivada na vida do casal. Adão e Eva formavam um cordão de três dobras, pois não estavam sozinhos no Éden, Deus estava diariamente com eles, caminhava com eles em íntima comunhão e, da mesma forma como idealizou com o primeiro casal, Ele quer participar do nossa união também
PONTES QUE APROXIMAM
A sabedoria o fará andar nos caminhos dos homens de bem e a manter-se nas veredas dos justos. Provérbios 2.20
Milhares de séculos atrás, os primitivos colocavam pedras, uma após a outra, para atravessar riachos que dificultavam sua locomoção. Foi assim que surgiu a primeira ponte. Desde o princípio da civilização, as pessoas vêm construindo pontes, tentando transpor abismos e obstáculos, para assim se aproximarem uns dos outros.
Ponte de madeira, de pedra, de tijolos, de cimento, de ferro e aço. Pontes extensas como a Rio-Niterói a Golden Gate em São Francisco (EUA). Pontes reais como essas que aproximam pessoas.
Tanto as pontes quanto os muros existem em toda parte. Construir um ou outro depende do propósito que temos em mente.
No relacionamento conjugal erguemos muros para excluir nossos cônjuges da nossa intimidade e pontes para trazê-los para mais perto de nós.
A ponte mais importante do casamento é a comunicação. Marido e esposa têm vida própria, responsabilidades e afazeres diferenciados e diversos em seu dia-a-dia. Seu cotidiano não é idêntico. Sendo assim, é necessário que haja uma ponte que os una. Ela é a comunicação. As pedras utilizadas pelos homens primitivos para atravessar riachos, neste contexto são as palavras. Não importa qual o obstáculo que está interferindo no sucesso de seu relacionamento conjugal. A ponte da comunicação pode transpô-lo.
Quando um dos cônjuges não está disposto a ouvir o outro e aceitar o fato incontestável de que ele também está errado e que parte da culpa lhe pertence, um muro se ergue entre o casal e dificilmente será derrubado para em seu lugar erguer-se uma ponte.
Apenas a intervenção poderosa do Senhor pode transformar genuinamente qualquer situação e derrubar qualquer obstáculo.





A DINÂMICA DO AMOR
...façam tudo com amor... 1 Coríntios 16.14
Se o seu relacionamento esfriou, foi porque você se esqueceu que o amor é dinâmico. Se o marido não faz nada para expressar seu amor, ele pode ir diminuindo, diminuindo, até desaparecer! Você se lembra da primeira vez em que pegou na mão dela, no tempo de namoro? Lembra-se do seu primeiro beijo?
O período de namoro e noivado deve trazer à lembrança muitas coisas. O mesmo deve acontecer no casamento.
Nós maridos, precisamos parar de vez em quando e relembrar os momentos bonitos que tivemos com nossa mulher em tempos passados.
O amor é expressivo! E, às vezes, o nosso amor morre porque não fazemos nada. O amor é dinâmico e não estático. Ele é como uma planta que precisa ser cultivada.
A melhor maneira de deixar seu casamento esfriar e o amor morrer é não fazendo nada. Há muitos casos assim! Quando isto acontece, o casamento se torna chato, monótono, cheio de conflitos e brigas.
O amor se expressa de maneiras práticas e, às vezes, pequenas, como uma palavra de elogio, um presentinho no aniversário, um bife do jeito que ele gosta etc. sem essas expressões pequenas no dia-a-dia, o relacionamento tende a esfriar.
Lembre-se que foi através da convivência de namoro e noivado que vocês dois ficaram apaixonados um pelo outro e desenvolveram o amor verdadeiro. O cultivo é essencial para a manutenção do amor!
-----------------------------------------------------------
COMO MANTER A HARMONIA NO LAR (Usando as dez frases "milagrosas") 

Introdução: A comunicação verbal entre o casal criará segurança para ambos, esposa e marido. A palavra dita a seu tempo quão boa é! – Escreveu Salomão. Ocorre que meras palavras, desacompanhadas de atos correspondentes, nada significam. Do coração cheio de amor é que emanam virtudes e ações bondosas. 
1 – AMO VOCÊ! A repetição mecânica de – eu amo você pode causar efeito contrário. Os casais precisam ouvir isto um do outro, por isso alguém deverá pronunciar a declaração de verdade. Dizer amo você é dizer: aceito você, quero você; você me conquistou, me agrada, me surpreende. “O maior presente que um pai pode dar a seus filhos é amar a mãe deles”. Ler Ef 5. 25 – Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja; Tt 2. 4 – Ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos.


2 – VOCÊ É ESPECIAL PARA MIM! Com procedimento respeitoso e grato, a pessoa amada sentirá estar ouvindo o outro dizer: Você é especial para mim! Mesmo sabendo que bens e presentes não suprem o emocional interior do coração, presentes e agrados dizem: você é especial! Isto pode ser dito aos parentes do cônjuge sobre a pessoa amada. Citando o sábio Salomão novamente: Sessenta são as rainhas, e oitenta, as concubinas, e as virgens, sem número. Mas uma é a minha pomba, a minha imaculada, a única de sua mãe e a mais querida daquela que a deu à luz (Ct 6. 8-9). Especial aqui é inegociável, precioso, valioso; algo incomparável.


3 – POR FAVOR! Seria desgastante ouvir a todo minuto: por favor; mas a educação promove trato gentil, especialmente no lar. O tom das palavras, em muitas situações, é como estar dizendo: por favor! Se, porém, tal pedido não procede da ternura, a expressão, por favor, fica dispensada, para nada serve. A solicitação gera boa vontade; a coação, mágoas. As pessoas que sabem pedir – por favor – com palavras vindas do coração, conseguem quase todos os seus pedidos atendidos. Isto é ser educado. É cortesia. 


4 – OBRIGADO! Gratidão! Oh! Gratidão! Não existem fórmulas mágicas para manter pessoas de bom humor, mas há força em pequenos gestos que a alma promove; a gratidão é um destes. Dizer obrigado é reconhecer o atendimento da pessoa amada a certo pedido; certa atitude que o cônjuge aprecia e que, às vezes, nem solicitou, mas o fez por sensibilidade, fez para agradar. O reconhecimento da operação prestativa da pessoa amada gerará prazer nas demais vezes em que se age. Alguns agradecidos dizem: valeu! Gostei! Beleza! Que capricho!Sejam agradecidos! – escreveu Paulo aos Colossenses – 3. 15.


5 – DESCULPE-ME! Quantos casais estão necessitando urgentemente “dar à mão a palmatória”; dizer: desculpe-me, perdoe-me. Magoa a quem mais significa valor emocional em sua vida – o cônjuge – e deixam por isso mesmo; não entendem que fizeram grosseria, que machucaram um coração terno e bondoso. Não é pedir o perdão e tornar vezes sem conta ao mesmo erro; é tentar emendar-se, e, a partir da desculpa aceita, mudar as atitudes. Para ser perdoado faz-se necessário dar provas de interesse em adaptar-se ao modelo certo. Muitas noites mal-dormidas nascem do coração abatido, agredido, triste. Os humildes contornam isso. 


6 – TENHAMOS CALMA! A expressão: “Calma que vai dar tudo certo” – é ouvida constantemente em casos emergenciais. É verdade. Com calma e prudência as providências saem mais corretas e satisfatórias. Decidir as situações com histeria ou desespero pode criar males maiores. O lar merece desfrutar de clima pacífico, agradável. Então, quando algo sair “dos trilhos”, alguém deve proporcionar iniciativa de, calmamente, prudentemente, “colocá-lo nos trilhos” outra vez. O mundo não acabou! Fatos da vida, surpresas aflitivas, algumas perdas não podem ser assumidas para dominar o coração dos membros da família e destruí-la. Alguém deve poder e querer dizer: Tenhamos calma! A precipitação aumenta os dilemas do ser humano.


7 – ISTO VAI PASSAR! Aqui, no mundo atual, não existem situações permanentes. Há tempo de rir e tempo de chorar – escreveu o pregador – Ec 3. 4. Doenças, perturbações e desentendimentos, em muitos casos, demoram a ser dissipados; parece que foram enviados para estarem sempre na nossa casa, mas como declarou o salmista – O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã (Sl 30. 5). As nuvens do firmamento oferecem essa mensagem: Os desenhos revelados são mutáveis, sejam nuvens carregadas ou os cirros iluminados. Tudo passa! Os pesadelos de hoje são combustíveis para o dia de amanhã.


8 – VAMOS DECIDIR JUNTOS! O casamento é uma parceria entre pessoas que se amam. Elas decidiram contribuir com sua parcela de amor e felicidade para o bem-estar de alguém. O diálogo sobre onde vão morar, onde vão trabalhar, onde vão matricular os filhos, enfim, trocar idéias sobre o melhor modo de viverem a vida. A filosofia de um mandar e o outro obedecer em silêncio está ultrapassada. O entendimento pelo melhor é prudente e vantajoso. Embora a liderança do lar seja creditada ao marido, a mulher tem sábios conselhos e ponderações valiosas a dar.


9 – TENHAMOS FÉ EM DEUS! Este é o apelo maior dos corações que conhecem o caminho seguro. A fé é a chave para portas pesadas e “intransponíveis”. A cultura, o preparo matrimonial, a situação financeira equilibrada, bens, moradia, “status social”, e outros valores louváveis são importantíssimos para a família; mas a fé é insuperável e singular. Aquele


10 – VAMOS ORAR! Chegamos ao auge da mensagem. A família que ora unida, permanece unida. Orar é falar com Deus. A oração serve para agradecer a Deus pela vida, pelas pessoas que nos cercam e nos pertencem, pelos bens, pelo pão de cada dia. Com ela, pedimos perdão dos pecados, oramos pelos governantes. Mas o sentido aqui é orar pelo cônjuge. Cedo, à tarde, à noite, pela madrugada interceder, pedir pela pessoa amada. Quanto mais se conhece alguém, mais se pode orar por este com fervor; mais ainda pelo cônjuge com que se convive.


Conclusão: O casal que troca elogios, carícias e elogios vive bem. O ponto de maior discernimento para a harmonia é aceitar o cônjuge como ele o é. Se algo pode ser “melhorado”, não se deve usar a marreta, mas o “martelo” de algodão. Solavancos não geram bem-estar. Não é com pedras na mão que vamos estabelecer a paz no lar.


Fonte: www.pastorodair.com.br

ACONSELHAMENTO PARA CASAIS 

Material Grátis
Disponibilizamos este material para servir de apoio  para os grupos de casais das igrejas.
Apostilas vários temas:  Quero mudar meu cônjuge Comunicação  no Casamento,  Decisões importante para o seu casamento 
Todas  em Slide
Peça pelo site:  
http://ministeriodecasaisamovc.com/
Pr. Zaqueu Marlene & Pra. Marlene Medeiros

Palestras para Casais

Escola de Lideres Amovc

Bem-vindos à Escola de Líderes  Amovc


Para auxiliar todos que necessitam construir um programa de desenvolvimento e formação de lideranças, criamos um sistema que permite a esolha de diversos temas pré-selecionados para capacitar pessoas no papel de líderes, dentre diversos aspectos que consideramos essenciais.

A Escola de Líderes visa formar líderes de êxito para a Obra de Deus despertando-os para sua liderança. Sua missão é capacitar cada líder para que transforme a nossa geração por meio de conhecimento da vida cristã, bem como os ensinamentos práticos para o exercício da liderança. 
Reconhecendo que precisamos de uma cobertura espiritual.
Pr. Zaqueu Medeiros & Pra. Marlene Medeiros
Conferencista na área de família

Sugestões para eventos

Faça uma surpresa para os casais da sua Igreja!!!
Faça um jantar, ( ou  Encontro de Casais) diferente !!
Segue alguma dicas, café da manha a Caipira!!, Almoço Japonês!! (não a comida sim a decoração) Fica Lindo
Jantar na França (Jantar de Gala) depois da RENOVAÇÃO DE VOTOS
Obs. O Ministerio de CasaisAmovc Tem toda a decoração entre em contato!!
Pr. Zaqueu & Pra. Marlene
21-3173-8128-21-7863-5128 Radio ID 55x10x42511
Paz,
Atenção Lideres de família; Lideres de Casais. Você que e casado não fez o curso de noivos aproveite.
Existe uma frase de efeito: ‘’ O aprender e reaprender é o desafio que acompanha o ser humano’’.
Serão Seis Domingos

Tel.: 21-7863-5128 – 21-3173-8128- 021-97893-4170

 

 

·         Seminário para família; jantar de casais com palestras; encontro de casais; entre outros.

 

 

                                                                                      17 palestras: Vai Mudar Sua Vida


1ª - Construindo ”meu Lar”.
2ª - 
As Consequências das Crises Familiares.
3ª - Criação de filhos.
4ª - Ajuste sexual.
5ª - Finanças do casal.
7ª. Veredas Antigas.
8ª - Dependência de Deus no Casamento.
9ª-Evitando Brigas.
10.Orçamento Doméstico.
11.  As Cinco Linguagens do Amor..

12. Como Perdoar Alguém da Família?

13. 9 Regras Para Um Casamento Feliz

17. Através do casamento Deus criou uma aliança entre duas pessoas.

 

 

Meus contatos: Tel:21-7863-5128 – 21-3173-8128-021-9783-4170


                                                     
MELHORE SEU CASAMENTO
1 Reconheça as qualidades do seu cônjuge, lembre-se que ela(e) tem sonhos, necessidades e direitos. Pare de lutar e correr atrás somente dos seus sonhos e objetivos, valorize, colabore e incentive a realização dos sonhos do seu cônjuge.
2 Entenda que a sua felicidade está ligada a felicidade do seu cônjuge, por isso é importante colocar as necessidades do outro acima da sua.
3 Lembre-se que Deus é a testemunha do seu casamento, no dia em que você se casou e disse que a (o) amaria e seria fiel a ela (e) até que a morte os separe Deus estava presente. Por isso honre a sua palavra.
4 Valorize as virtudes e qualidades. Lembre-se que todos nós temos defeitos e erramos. Por isso não dê tanta importância aos defeitos, valorizando as virtudes você vai ajudar seu cônjuge a melhorar e diminuir os erros e defeitos. Fazendo isso o amor será fortalecido.
5 Não permita que seus amigos(as) desrespeitem seu cônjuge, não faça e não aceite brincadeiras que ofendam e entristeçam. Quando você defende e protege seu cônjuge você mostra para ele(a) e para os outros que você a (o) ama.
Onde houver amor, respeito e dedicação o casamento é fortalecido e os cônjuges vão desfrutar de um ambiente muito saudável e de felicidade plena.


terça-feira, 1 de setembro de 2015

TRABALHO EM EQUIPE
1 Coríntios 3
A reação de Paulo à controvérsia apresentada em 1 Coríntios 3 dá uma idéia dos seus sentimentos em relação aos colegas missionários. Para o apóstolo, eles eram companheiros, usando suas habilidades individuais para alcançar o mesmo objetivo que ele perseguia: estabelecer a igreja. O trabalho em equipe foi crucial para a saúde da igreja de Corinto. Também é vital para a saúde de um casamento.
Uma vez que somos indivíduos distintos, nossos pensamentos, sentimentos e desejos serão diferentes. Contudo, junto com nossa individualidade vem uma carência profunda de intimidade. O casamento é planejado para satisfazer essa carência. Um homem e uma mulher se unem, com suas diferenças, para formar uma equipe na qual cada um usará seus pontos fortes para ajudar o outro, e juntos eles usarão suas habilidades para fazer do mundo um lugar melhor.

Os conflitos nos dão oportunidades para demonstrar o amor, o respeito e a admiração que sentimos um pelo outro. Quando aceitamos os conflitos como parte normal da dinâmica da equipe conjugal, separaremos tempo para ouvir um ao outro. Juntos encontramos soluções que nos permitem trabalhar como equipe, apoiando um ao outro em vez de permitir que nossas diferenças nos dividam.
D
Descobrindo o amor
Uma semana após a criação da mulher, o homem voltou-se a Deus e disse-lhe:
- Senhor, a criatura que fizestes para ser minha companheira transformou a minha vida num tormento. Ela fala sem cessar e insiste em que lhe dê atenção o dia inteiro. Chora por qualquer motivo. Fica emburrada com facilidade e é quase impossível fazer com que deixe de ficar emburrada. Vim devolvê-la. Por favor, não se ofenda, mas, não posso viver com ela.
Uma semana depois:
- Senhor, minha vida ficou tão vazia desde que eu lhe devolvi a mulher que me deste. Penso nela o tempo todo, em sua alegria, seus olhos, sua voz, seus beijos e abraços. Como dormia em meus braços, como se fosse um anjo. Se for possível, Senhor pede que a devolva para mim.
Uma semana depois:
- Senhor, não sei como lhe explicar, mas nestas últimas semanas cheguei à conclusão que ela me causa mais problemas do que alegrias. Tome-a de volta, por favor! Não consigo viver com ela!
- Mas, também não pode viver sem ela!
- É verdade, Senhor, não consigo viver com ela e não consigo viver sem ela. O quê está acontecendo comigo, meu Deus?
- Você acaba de descobrir o AMOR. O único modo de vocês conseguirem viver juntos é com amor.

Autor desconhecido.
O CASAMENTO É UMA ALIANÇA
O casamento não implica em uma experiência privada, salpicada de acordos e pactos pré-nupciais, ou em uma atitude de "Vamos ver! Se não der certo, posso sempre romper com tudo". O casamento não é um relacionamento de conveniência baseado no que o outro tem a ofertar-lhe, nem é um tipo de contrato social em que ambas as partes ficam juntas somente "até que a falta de amor os separe".
O matrimônio é algo, uma aliança para a vida entre um homem, uma mulher e Deus. Trata-se de um juramento público sobre como vocês se relacionarão à medida que formam uma nova unidade familiar. E toda aliança, incluindo a do casamento, implica em obrigações sérias e vinculadas.
Em provérbios 20.25, lemos: Laço é para o homem dizer precipitadamente: è santo; e, feito os votos, então inquirir. Em Mateus 12.36, Jesus disse que: Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo.

Nossa cultura não considera mais o casamento como algo sério e duradouro, mas estes versículos proclamam a verdade imutável: Deus leva a sério os votos e juramentos matrimoniais que fazemos um ao outro.